Causas do colesterol alto na menopausa

Você está na menopausa e você tem o colesterol alto? Não se preocupe! O aumento do colesterol em mulheres após a menopausa é muito frequente. Deve-Se, fundamentalmente, às mudanças hormonais que ocorrem nesta fase. Gostaria de saber mais sobre as suas causas? Pois então, o acompáñame!

Tipos de colesterol

Estrogénios e colesterol


Na menopausa, a diminuição no nível de estrogênio também provoca o aumento do colesterol LDL ou mau e a diminuição do HDL-colesterol ou bom, entre outras modificações. Por tal razão, se você estiver passando por menopausa, sugiro que preste atenção a seus valores de colesterol no sangue.


Por que você deve fazê-lo se o aumento do colesterol é frequente nas mulheres após a menopausa? Pois bem, que seja normal não significa que esteja livre de riscos. De fato, se você quiser prevenir e evitar complicações decorrentes da hipercolesterolemia, tais como doenças cardíacas ou vasculares cerebrais, você deve manter esses níveis sob controle.


Os estrogênios são um fator que protege de doenças cardíacas, tanto para si como para o resto das mulheres em idade reprodutiva. No entanto, a partir da menopausa, a queda no nível de estrogênio produz modificações no perfil lípidico. Estas alterações podem passar despercebidos se o seu médico não indica uma análise de sangue, para verificar que os níveis de colesterol são mantidos sob controle.


Consequências do colesterol alto na menopausa


O resultado de investigações confirmou que as mulheres comvalores elevados de colesterol na menopausa ou após ela, têm um maior risco de sofrer de doenças coronárias. Isso se dá, em especial, se esse aumento afeta particularmente o colesterol LDL ou mau e, mais ainda, se vai acompanhado de um HDL-colesterol ou bom baixo ou de uma diminuição do mesmo.


Por si só, a queda do estrogênio na menopausa ocorre um aumento do colesterol LDL ou mau, e uma diminuição do HDL ou colesterol bom. Este é um dado conhecido que, no entanto, poucas vezes, é controlada, como é devido.


Ao diminuir a quantidade de estrogênio no organismo, aumentam os reservatórios de gordura e muda a sua distribuição no corpo. Estas alterações na gordura corporal determinam que aumenta o colesterol total, em especial, o mau ou LDL e os triglicerídeos, à custa do colesterol bom, ou HDL, que diminui.


Como baixar o colesterol alto na menopausa


Pelo o que foi dito, para que saibas que todas as mulheres após a menopausa como você, deveriam controlar seus níveis de colesterol.


Além disso, é necessário que adote os hábitos saudáveis que te deixo abaixo. De tal modo, você pode prevenir e evitar complicações decorrentes da hipercolesterolemia, tais como doenças cardíacas ou vasculares cerebrais.



  • Segue uma dieta para baixar o colesterol alto. A dieta é fundamental. Se você não controlar seu consumo de gorduras saturadas e aumentar a sua ingestão de fibras, dificilmente, conseguirá o seu objetivo de reduzir o colesterol alto.

  • Faça exercícios físicos. Por outro lado, o exercício é um excelente aliado na hora de reduzir seus níveis de gordura no sangue. Evite uma vida sedentária que só agravará a sua hipercolesterolemia.

  • Se você fuma, deixe de fazê-lo. Você sabia que o consumo de cigarros aumenta o colesterol no sangue? Pois, é assim! Mais um motivo para eliminar este hábito nocivo de sua vida. Agora já não tem mais desculpas!

  • Combate o stress. Por último, deve a todo o custo tentar controlar seu estresse se quiser manter o seu colesterol, uma vez que o aumento do mesmo é um dos efeitos colaterais deste problema tão comum na vida contemporânea.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *